Trilha do Buracão é reaberta para visitantes em Ibicoara, na Chapada

Segundo associação de guias, fogo é considerado controlado na região.
Ainda está suspensa visitação na trilha da Fumacinha, também em Ibicoara.


Informações G1 BA
Incêndio na vegetação de Ibicoara, na Chapada (Foto: Tayne Luz Casca/Jornal da Chapada)

A trilha da cachoeira de Buracão, no parque municipal da cidade de Ibicoara, na Chapada Diamantina, na Bahia, foi reaberta para visitação nesta segunda-feira (14) após quatro dias fechada.
A visitação havia sido suspensa preventivamente pela prefeitura da cidade, que administra o parque, porque grande parte dos guias que auxiliam visitantes estavam trabalhando no combate ao incêndio no local.
“Conseguimos controlar o fogo ontem [domingo, 13] à tarde”, conta Daniela Reis Martins, da Associação de Condutores de Visitantes de Ibicoara (ACVIB). O fogo chegou a atingir a vegetação a cerca de 20 km da cachoeira.
A brigada da ACVIB tem 30 voluntários na região realizando combate aos focos de incêndio, que ainda não foram extintos. De acordo com a associação, ainda está suspensa a visitação da trilha da cachoeira da Fumacinha, também em Ibicoara.
Já na região do Parque Nacional da Chapada Diamantina, as trilhas que dão acesso à Cachoeira da Fumaça, no município de Palmeiras, Gruta do Lapão, em Lençóis, Fumacinha e Véu de Noiva, em Ibicoara, continuam indisponíveis para visitação.
O chefe do Parque Nacional, César Gonçalves, informou ao G1 que as condições do incêndio na Chapada melhoraram após aumento do fogo no sábado (12). "A situação melhorou no domigno em relação a sábado e esperamos que amanhã esteja sob controle", avaliou
Palmeiras
A Associação de Condutores de Visitantes do Vale do Capão (ACV-VC) informou, em nota, que uma equipe de cerca de oito brigadistas passou a noite de domingo no trabalho de rescaldo na área próxima à cachoeira da Fumaça e na Toca da Maternidade.
Segundo os brigadistas, não existe mais linha de fogo na área da Fumaça, mas o rescaldo é essencial para garantir que as chamas não retornem.
Na manhã desta segunda, a primeira equipe deu sequência ao trabalho de rescaldo por volta das 7h30. A associação também informou que conta com apoio de aeronaves para fazer o transporte de brigadistas, alimentos e material. Ainda conforme o comunicado, o fogo não ameaça as casas da comunidade.
Justiça
Uma decisão da Justiça Federal, emitida no domingo (13), e assinada pelo juiz Leonardo Tocchetto Pauperio, determina que os governos do Estado da Bahia e da União devem garantir o fornecimento de material e pessoal para o combate aos incêndios que atingem a Chapada Diamantina há 40 dias.
A informação foi divulgada pelas Defensorias do Estado e da União, que impetraram Ação Civil Pública. A respeito da decisão, proferida neste domingo, o Governo do Estado informou que só irá comentar após ser notificado oficialmente.

O secretário de Meio Ambiente do Estado, Eugênio Spengler, viajou para a região da Chapada Diamantina nesta segunda-feira (14) e ainda não foi localizado para comentar a situação do incêndio. O governo entregou, no domingo, parte dos equipamentos adquiridos, no valor de R$ 500 mil, para apoiar brigadistas voluntários no combate às chamas.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário