Secretário nega falta de apoio do Governo do Estado às brigadas na Chapada Diamantina

Governo do Estado anunciou nesta sexta-feira (11) que contratou mais dois aviões e um helicóptero para ajudar no combate aos incêndios

Informações Correio24horas
Após reclamações, o secretário do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, negou que o Governo do Estado não está ajudando às brigadas da Chapada Diamantina e afirmou que o Governo tem prestado todo o auxílio possível para combater os incêndios na região. 
"O Governo forneceu e fornece equipamentos para as brigadas todos os anos. O que pode ter acontecido é que algum equipamento tenha sido danificado", esclareceu o secretário. Conforme Spengler, o governo tem oferecido todo o equipamento possível para o combate ao focos de incêndio. "O Governo está investindo uma grande quantidade de dinheiro nesta operação", afirma. 
(Foto: Edmar de Lima Carvalho/ICMBio)

Ainda conforme Spengler, reuniões com as brigadas são constantes para uma avaliação dos trabalhos de combate ao fogo. "Nós temos nos reunido todo fim de tarde com as brigadas para avaliar o trabalho e pensar nos trabalhos que realizaremos no dia seguinte", explica.
"Também nunca negamos que haviam alguns focos isolados na Chapada. Mas no fim de semana, principalmente no domingo, os ventos fortes da região impediram o trabalho de aviões de helicópteros e, durante a semana, novos focos foram registrados", comentou o secretário. Segundo Spengler, os dois focos de incêndio na região do Vale do Capão, no município de Palmeiras, são comprovadamente causados por raios. 
Auxílio no combateNa tarde desta sexta-feira (11), mais dois aviões e um helicóptero foram contratos pelo Governo do Estado para apoiar as ações de combate aos incêndios na Chapada Diamantina. Assim, são 60 bombeiros militares, cerca de 40 brigadistas e oito peritos atuando no combate ao fogo. Eles contam com o auxílio de quatro veículos tracionados e, agora, com três helicópteros e seis aviões modelo air tractors - capazes de transportar até 3,8 mil litros d´água. Os aviões e o helicóptero devem chegar a Chapada Diamantina ainda na tarde de sábado (12). 
Na tarde de hoje, o secretário Eugênio Spengler se reuniu com representantes do Ministério do Meio Ambiente, em Brasília, para pedir mais apoio ao ICMBio e ao próprio ministério, como equipamentos e estrutura de combate. O secretário conta ainda que solicitou apoio da Defesa Civil Nacional para fortalecer o combate ao fogo. "Estamos esperando uma resposta ainda hoje", conta. 
"Estamos garantindo toda a estrutura que está sendo utilizada para fortalecer as ações de combate, como o transporte dos brigadistas voluntários aos locais mais distantes”, destacou Fabíola Cotrim, coordenadora do Bahia Sem Fogo e perita em incêndios florestais. 
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário