Suspeitos que mataram vigilante e explodiram empresa de valores são mortos

Após denúncia anônima, equipes da polícia chegaram a esconderijo de suspeitos de ataque contra a Prossegur; Três homens foram mortos na ação

Informações bahia.ba
Destroços da explosão em frente à empresa de segurança, na Bahia (Foto: Taísa Moura/ TV Santa Cruz)
Destroços da explosão em frente à empresa de segurança, na Bahia (Foto: Taísa Moura/ TV Santa Cruz)

Um cerco feito pelas polícias Civil e Militar em Porto Seguro na manhã deste domingo (11), acabou com a morte de três suspeitos de participação em um ataque à sede da empresa de valores Prossegur na cidade de Eunápolis no dia 5 de março. O ataque deixou um vigilante morto e cinco feridos.
Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), cinco homens estavam escondidos em uma localidade conhecida como Vila Parracho, no sul da Bahia, e foram achados após denúncia anônima.

Equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Mata Atlântica, do Grupamento Aéreo (Graer) e do 8° Batalhão de Polícia Militar (BPM/Porto Seguro) chegaram até o local e foram recebidos a tiros pelos homens.
Três suspeitos foram atingidos e não resistiram aos ferimentos. Outros dois suspeitos também foram atingidos, mas conseguiram fugir pela vegetação da região. “Todas as equipes ostensivas e investigativas se comprometeram em dar a resposta para aquela ação criminosa. Vamos trabalhar para chegarmos nos outros envolvidos, desarticulando toda a quadrilha”, disse através de nota o secretário de Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.
Compartilhar Google Plus

Compartilhe e comente nas redes sociais

Compartilhar Whats

0 Comentários:

Postar um comentário