Dado Dolabella tem prisão decretada pela Justiça

Defesa do ator teve o pedido de reconsideração da prisão negado e deve entrar com uma outra petição para livrar o ator de mais uma detenção

Informações bahia.ba
Ator Dado Dolabella Segurando plaquinha com seu nome indentificando-o preso
(Foto: Reprodução/ Divulgação/ Polícia Civil)

A juíza Ana Paula Delduque, da 3ª Vara da Violência Doméstica e Familiar de Jacarepaguá expediu um novo mandado de prisão contra o ator Dado Dolabella, que em fevereiro deste ano foi preso por não pagar pensão aos filhos.
Desta vez, o campeão da 1ª edição do reality A Fazenda irá responder pelo não cumprimento de normas de processo movido pela ex-mulher, Viviane Sarahyba, por dano e injúria.
Essa não é a primeira vez que o ator é indiciado por injúria, em 2014 Dado foi condenado a dois meses e meio de prisão por ter ofendido a ex e riscado o carro dela.

A decisão da magistrada foi tomada após o ator descumprir regras da condenação proposta pelo Ministério Público que seria a suspensão da pena caso Dado assistisse a algumas palestras sobre violência doméstica e fizesse serviços comunitários, porém o ator não compareceu a nenhuma das palestras e não prestou os serviços, além de se ausentar da sua residência sem avisar à Justiça e ser preso novamente.
Em entrevista para o colunista Leo Dias do jornal O Dia, a juíza Ana Paula Delduqe afirma que todos os feitos do ator violaram os termos propostos pelo benefício e só contribuem para uma nova prisão.
“O apenado vem sistematicamente descumprindo todas as condições da suspensão condicional da pena sem fornecer qualquer justificativa a este juízo, apesar de ter sido intimado a prestar esclarecimentos em três oportunidades”, escreveu a juíza.
O novo decreto de prisão expedido pela magistrada é em regime aberto, mas a juíza já enviou uma carta precatória a São Paulo pedindo para que o ator cumpra a pena em regime fechado.
A defesa de Dado teve o pedido de reconsideração da prisão negado e deve entrar com uma outra petição para livrar o ator de mais uma detenção.
Compartilhar Google Plus

Compartilhe e comente nas redes sociais

Compartilhar Whats

0 Comentários:

Postar um comentário