Funcionário terceirizado da Embasa é acusado por estupro; dez vítimas já o identificaram

Segundo a polícia, ele agia sempre da mesma forma: escolhia garotas com idade entre 13 e 18 anos, utilizava uma moto e intimidava as vítimas com uma arma de fogo

Informações bahia.ba
(Foto: Mateus Pereira/ GOVBA)

Depois de ser preso na segunda-feira (5), acusado pelo estupro de adolescentes nos bairros Parque Ecológico, Vila Valdete e Cambolo, em Porto Seguro, no Sul baiano, o funcionário terceirizado da Embasa, Emerson Santos Ferreira, de 30 anos, já foi identificado por, pelo menos, 10 vítimas.
Segundo a polícia, o homem era alvo de um mandado de prisão expedido pela Justiça e se apresentou, acompanhado do advogado, após dois meses de investigações e tentativas de captura.

As apurações e os depoimentos das jovens indicam uma mesma linha de atuação do suspeito: ele preferia garotas entre 13 e 18 anos, agia a bordo de uma moto e intimidava as vítimas com uma arma de fogo.
O veículo supostamente utilizado nos crimes foi encaminhado para perícia no Departamento de Polícia Técnica. O material genético colhido nos exames de corpo de delito das vítimas também é submetido a análise em Salvador.
Compartilhar Google Plus

Compartilhe e comente nas redes sociais

Compartilhar Whats

0 Comentários:

Postar um comentário