Com professores sem transporte, alunos estão há 23 dias sem aulas

Situação acontece no município de Vitória da Conquista, na região sudoeste do estado. Secretaria informou que regularizou situação nesta sexta-feira (23).

Informações G1 BA
Alunos fizeram protesto por conta da falta de aula (Foto: Reprodução/ TV Sudoeste)
Alunos fizeram protesto por conta da falta de aula (Foto: Reprodução/ TV Sudoeste)

As aulas da rede municipal de ensino de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, começaram no dia 28 de fevereiro, entretanto mais de 500 alunos da Escola Municipal Rodrigues do Prado, no distrito do Pradoso, zona rural do município, ainda não começaram a estudar por conta da falta de tranporte para os professores.

Apenas os alunos da ensino fundamental 1 estão tendo aulas normalmente na institução. Estudantes dos turnos da tarde e da noite, no ensino fundamental 2, e do EJA (Educação de Jovens e Adultos), ainda não puderam voltar para as salas de aula.

Na quinta-feira (22), houve uma manifestação em frente à escola. No ato, os estudantes pediram uma providência rápida da prefeitura da cidade. "Eu me sinto ruim, porque nosso futuro está nessa escola. Sem as aulas, a gente não pode ser nada", reclama a estudante Gabriele Oliveira. "Vinte e três dias sem aulas é um prezuízo grande para todos nós aqui da escola", destacou a também estudante Luana Morais.


As mães dos alunos também esperam que o problema seja logo resolvido. "A gente está aqui fazendo esse protesto para reivindicar os nossos direitos. Nossos filhos deveriam estar agora numa sala de aula, estudando", disse Lídia da Silva. "Será que é pedir demais para um filho estudar? Será que é pedir demais uma educação melhor?", questionou outra mãe.

Segundo os professores, o quadro de funcionários da escola está completo e todos estão dispostos a vir trabalhar. O único problema mesmo, segundo eles, é a falta do transporte. "Não temos condições de vir por conta própria. O poder público tem o dever de nos garantir esse transporte para que a gente possa vir com segurança, realizar o nosso planejamento e trabalhar junto com nossos alunos", destaca a professora Ana Clara Ferraz.

A Secretaria de Educação informou, por meio de nota, que o transporte escolar já foi restabelecido nesta sexta-feira (23), mas não informou quando as aulas devem começar. O órgão também não informou como será feita a reposição das aulas perdidas.
Compartilhar Google Plus

Compartilhe e comente nas redes sociais

Compartilhar Whats

0 Comentários:

Postar um comentário