Titular da Sedur nega acusações e promete processar empresário

Juliana Paes promete entrar com ação de calúnia e difamação contra a Incorplan e João Caetano Poli, que apontou a existência de uma “quadrilha” na pasta

Informações bahia.ba
A secretária de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente de Camaçari (Sedur), Juliana Paes (Foto divulgação)
A secretária de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente de Camaçari (Sedur), Juliana Paes (Foto divulgação)


A secretária de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente de Camaçari (Sedur), Juliana Paes, promete entrar com uma ação de calúnia e difamação contra a Incorplan e seu representante João Caetano Poli, que apontou a existência de uma “quadrilha” na pasta, após ‘um projeto do interesse da empresa não atender os requisitos legais para ser licenciado, de acordo com a Legislação Urbanística e Ambiental vigente, em especial o atual Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU)’, de acordo com a secretária.

Foi com base no depoimento de Poli que um promotor do Ministério Público denunciou a secretária à Justiça. Ela nega as acusações.
João Poli obteve no final de 2016, no “apagar das luzes” da gestão passada, uma Consulta Prévia e uma AOP – Análise de Orientação Prévia que indicavam a “viabilidade” para implantação de empreendimento de quase um milhão de metros quadrados em área denominada Fazenda Repouso, (na localidade de Areias, distrito de Abrantes) e passou a pressionar a Sedur nos últimos meses para conseguir o deferimento da licença ambiental do projeto.
Contudo, as análises dos técnicos e do setor jurídico da Prefeitura concluíram pela inviabilidade do loteamento, enquanto a Legislação Municipal não mudar os parâmetros do “zoneamento incidente” que regula o planejamento urbano, ambiental e o uso e ocupação do solo.
“O que ele ‘denuncia’ beira o delírio. Não demonstra de forma concatenada nenhum ato ímprobo nosso ou de outro servidor. Ao contrário, ele se resume a dizer que sabe existir uma quadrilha dentro da Sedur com o objetivo de arrecadar dinheiro para campanhas políticas”, declarou Juliana Paes.
Segundo ela, o empresário “lança de forma insana sua insatisfação com o resultado do processo mediante acusações sem qualquer suporte e vai responder judicialmente por essa irresponsabilidade”.
Compartilhar Google Plus

Compartilhe e comente nas redes sociais

Compartilhar Whats

0 Comentários:

Postar um comentário