Inédito: remédio à base de maconha será utilizado em tratamento pela SMS

Prefeitura irá ofertar o medicamento na capital após decisão judicial; paciente beneficiado já chegou a apresentar 40 convulsões por dia

informações bahia.ba
(Foto: Divulgação)

Pela primeira vez, a capital baiana fará compra de remédio à base de maconha. Após uma decisão judicial, a Secretaria de Saúde de Salvador (SMS) lançou, na última terça-feira (20), convocação de cotação de preço para compra do medicamento Revivid Tincture, produzido à base de canabidiol, uma das substâncias derivadas da maconha.

Conforme pontua a própria SMS, essa é a primeira vez que a prefeitura irá ofertar esse tipo de medicamento para tratamento de doenças. O paciente beneficiado pela ação judicial, que não teve identidade revelada, tem Síndrome de Dravet, um tipo raro e grave de epilepsia. Ele tinha uma média de 40 crises convulsivas diárias. Contudo, após começar a fazer uso, caiu para uma crise a cada dois dias.
Ainda não se sabe como o paciente teve acesso ao produto que não está incluso na Relação Nacional de Medicamentos (Rename), mas, após a ação judicial, a prefeitura foi obrigada a fornecê-lo.
Compartilhar Google Plus

Compartilhe e comente nas redes sociais

Compartilhar Whats

0 Comentários:

Postar um comentário