Mulher morre após ser espancada por marido durante 4 anos

Denúncias já haviam sido feitas à polícia; o acusado foi preso enquanto visitava a vítima no hospital

Informações bahia.ba
(Foto: Divulgação)

Mais uma mulher entrou para a estatística do feminicídio. Dessa vez o caso ocorreu no município de Itamaraju, no sul da Bahia. Uma mulher de 47 anos morreu após ser espancada pelo marido durante quatro anos. Duas queixas já haviam sido prestadas contra o agressor, por parte da família da vítima.

Aparecida Teles de Almeida era dona de casa e deu entrada no hospital no dia 15 de janeiro, sendo diagnosticada com traumatismo craniano e coágulos no cérebro. Ela não resistiu aos ferimentos e faleceu na última segunda-feira (22).
O agressor é o pedreiro Valdeir da Silva, 53, que estava casado com a vítima há oito anos. Por conta das agressões, ele estava proibido pela Justiça de se aproximar de Aparecida. Contudo, familiares alegam que o casal sempre voltava, e a mulher acabava pedindo para que fossem retiradas as queixas contra ele.
Valdeir foi preso no hospital, após a vítima ter contado a um médico sobre a agressão.
Compartilhar Google Plus

Compartilhe e comente nas redes sociais

Compartilhar Whats

0 Comentários:

Postar um comentário