Motorista da Uber é suspeito de estuprar adolescente em viagem;

O crime teria acontecido no último dia 25 de outubro, no bairro de Sussuarana. A Polícia Civil investiga o caso

Informações bahia.ba
(Foto: Mateus Pereira/ GOVBA)

Um policial militar que trabalhava como motorista do aplicativo Uber é procurado por suspeita de estuprar e agredir uma adolescente de 17 anos durante uma corrida, no último dia 25 de outubro. A Polícia Civil investiga o caso.
O crime teria ocorrido por volta das 18h, em uma rua deserta no bairro de Sussuarana, segundo informações do jornal A Tarde. Ela estava na casa do namorado, e teria solicitado a corrida para voltar para a sua casa, em Plataforma, no Subúrbio de Salvador.
De acordo com a delegada Janice Dórea Mutti, da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Criança e Adolescente (Dercca), a jovem relatou que após entrar no veículo, o suspeito mudou o trajeto e seguiu em direção a Avenida Paralela. Ele teria entrado na rua e a estuprou. Ele tentou pegar o celular para apagar os registros, a garota resistiu e ele teria cortado os braços dela com um estilete.
Após o ato, ele teria abandonado a jovem na rua e perguntado se ela gostou, contou a delegada. A adolescente desmaiou, e foi encontrada por populares. Ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e encaminhada para o Instituto de Perinatologia da Bahia (Iperba), em Brotas, e já teve alta.
A Uber se manifestou sobre o caso, e disse que “esse tipo de comportamento é absolutamente intolerável”. A empresa relatou que está em contato com a família da vítima para prestar assistência, e se colocou à disposição para ajudar nas investigações.
A Corregedoria da Polícia Militar informou que a vítima “já formalizou a denúncia na unidade” e que “o fato será apurado na esfera administrativa”.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário