Incêndio entre Ibicoara e Iramaia é combatido; Andaraí sob alerta

Brigadistas voluntários continuam combate na região entre Ibicoara e Iramaia e estão em alerta em Andaraí e Lençóis 

Informações Jornal da Chapada
(Foto: Ilustrativa/Arquivo/PrevFogo-Ibama)

O foco de incêndio que teve início no dia 26 de janeiro em uma região entre Ibicoara e Iramaia ainda continua, conforme informações da Chefe do Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD), Soraia Martins, mas sem labaredas, apenas queimando as ‘turfas’ embaixo da superfície. Para ela, a longa distância do local atingido pelo fogo, onde a água é escassa e, agora, a falta de aeronaves para ajudar no combate, dificultam a extinção das chamas. Segundo Soraia, uma restrição no abastecimento de combustível do helicóptero foi o que interrompeu o serviço dos soldados do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar (CBPM).
“Estamos com uma brigada lá desde ontem [quarta-feira] e nessa manhã [quinta] entraremos por terra. Apesar de não ter labaredas, tem muita fumaça no local”, afirmou Martins. A prefeitura de Ibicoara está ajudando no combate também. “Estamos com uma equipe de brigadistas voluntários do município já no local e amanhã [sexta] vamos subir com outra equipe para apagar focos que estão surgindo e fazer monitoramentos”, informou o secretário de Meio Ambiente e Turismo, Luiz Pimenta.
Andaraí
Relatos de incêndio em Andaraí, perto do Roncador, também na Chapada Diamantina, foram recebidos pelos brigadistas dos Combatentes a Incêndios Florestais de Andaraí (Cifa) e pelo PNCD. “Nós [ICMBio] e o pessoal da Bral [Brigada de Resgate Ambiental de Lençóis] saímos em monitoramento em mirantes, na torre de Lençóis, e nenhum foco foi visualizado. Não sabemos se foi informação errada, ou se o fogo se extinguiu, ou foi debelado por combatentes, mas à noite não tinham sinais”, revelou a chefe do Parque, Soraia Martins. Ela informou ao Jornal da Chapada que os brigadistas da Bral continuam em alerta caso seja necessário.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários