Vereador é preso por atuar como falso dentista em Andorinha, na BA

Presidente do Conselho de Odontologia diz que suspeito atuava há 10 anos.
Político afirma que é técnico em saúde bucal e que auxiliava dentista.


Informações G1 BA
(Foto: Imagem/TV Bahia)
Um vereador da cidade de Andorinha, localizada a cerca de 420 quilômetros de Salvador, foi preso em flagrante nesta segunda-feira (1º), exercendo ilegalmente a profissão de cirurgião-dentista. Renato Brandão de Oliveira (PP) foi surpreendido por fiscais do Conselho Regional de Odontologia da Bahia (Croba) e por policiais militares no consultório onde trabalhava.
De acordo com o presidente do Croba, Francisco Xavier Simões, o suspeito atuava há mais de dez anos como dentista, mas não possuía nenhum registro ou diploma. Simões acrescenta ainda que o vereador atendia cerca de 10 pessoas por dia no consultório. "Ele tem formação em técnico de saúde bucal. Pode apenas auxiliar o cirurgião dentista, e não atender pacientes, como estava fazendo na clínica própria", afirmou.
Procurado pelo G1, o vereador confirmou que ele tem formação de técnico em saúde bucal, mas negou estar atuando como cirurgião dentista. "Na clínica não é só o Renato Brandão que trabalha. Há três cirurgiões dentistas lá, e no momento em que a fiscalização chegou, havia um deles comigo", afirmou. Ele ainda destacou que a clínica está regularizada e cumpre todas as exigências do Conselho de Odontologia.
Segundo o presidente do Croba, o suspeito já vinha sendo investigado há dois meses. "A delegacia local já tinha recebido denúncias e nos contatou. O Conselho fez o plano de ação e, junto com a policia, realizou o flagrante", destaca.
Simões destaca que casos como esse são comuns no interior do estado e na periferia de grandes cidades, e aponta que a Bahia é um dos estados onde há mais flagrantes de falsos dentistas. "Em um ano e meio, foram 42 flagrantes", afirma.
O vereador, que prestou depoimento e foi solto, vai responder por falsidade ideológica.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário