Homem que participou de assassinato de PM é preso em Simões Filho

De acordo com a Polícia Civil, Ednelson Nascimento da Conceição, o “Mágico”, é integrante do Almanaque do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa

Enelson foi preso em flagrante  (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
(Foto: Polícia Civil/Divulgação)
Um dos três acusados de assassinar o soldado da Polícia Militar Leonildo Santana Santos, em maio de 2012, foi preso na tarde desta quarta-feira (20) em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador.
De acordo com a Polícia Civil, Ednelson Nascimento da Conceição, o “Mágico”, 26 anos, é integrante do Almanaque do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
O rapaz tentava deixar Salvador na terça-feira (19), depois de um confronto com policiais da 18ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) no Parque São Bartolomeu. Durante o tiroteio, dois comparsas de Ednelson foram atingidos e morreram no local. 

Segundo a polícia, horas depois do confronto,  Ednelson assassinou o traficante rival, conhecido como Aislân Silva da Fonseca, no bairro de Plataforma. O rapaz  foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma, associação para o tráfico, roubo e homicídio.
Caso
O O soldado Leonido Santana dos Santos, 30 anos, foi abordado por três homens armados enquanto abastecia o seu carro em um posto de combustível no bairro de Campinas de Pirajá, em Salvador. Após o assalto, o PM foi baleado e morreu antes mesmo de ser socorrido.
Os assaltantes fugiram com o carro do policial, um Fiesta, que foi localizado por policiais no bairro do Alto do Cabrito. De acordo com a assessoria da PM, o policial trabalhava na corporação há quatro anos e atuava no Comando de Policiamento Regional da Capital Atlântico (CPRC-A). Ele não estava a serviço no momento do crime.
Dias após o crime, um dos suspeitos, identificado como João Barreto da Silva, faleceu em um suposto confronto com 20 policiais das 14ª e 17ª CIPMs, na região do Parque de São Bartolomeu, Subúrbio Ferroviário. Ele chegou a ser  socorrido para o Hospital João Batista Carybé, mas chegou sem vida. Informações Correio24hs
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário