Especialista alerta sobre uso de maquiagem nos olhos

Por Pietro Raña/ Acessória de Imprensa 
Pipa comunicação integrada
(Foto: Divulgação)

O uso de maquiagem e produtos cosméticos - especialmente na área da face - requer cuidado. Os problemas mais comuns, causados pelo mau uso, são olho seco, vermelhidão, alergia, conjuntivite e blefarite (inflamação nas pálpebras). De acordo com o oftalmologista Antônio Nogueira, Diretor Técnico do CENOE Hospital de Olhos, de Ilhéus, um especialista deve ser procurado em caso de visão embaçada, inchaço nas pálpebras, coceira, secreção, sensação de areia nos olhos, sinais de alergia. Ele ressalta ainda que as mulheres devem tomar cuidado na seleção, aplicação e remoção da maquiagem; além de observar o prazo de validade dos produtos.

“Usar produtos na borda interna das pálpebras facilita a penetração no olho, podendo resultar em um desequilíbrio do Ph da lágrima e desencadear olho seco, alergia, conjuntivite tóxica acompanhada de terçol”, afirma o especialista. Quem usa lente de contato deve tomar cuidado redobrado e colocá-las antes da maquiagem para evitar a penetração de resíduos entre a lente e a córnea. Sempre retirar as lente de contato antes de dormir e remover toda a maquiagem com movimentos da borda externa dos olhos em direção ao nariz. Movimentos no sentido contrário podem facilitar a penetração de impurezas nos olhos. “Compartilhar produtos com as amigas ou testar produtos no mostruário das lojas é outro hábito perigoso. Isso porque cada pessoa tem uma flora bacteriana nos olhos e o uso em comum pode causar conjuntivite viral ou bacteriana”, acrescenta o oftalmologista.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário