Força-tarefa apreende mais de 300 pássaros no oeste baiano

Também foram encontrados 60 litros de agrotóxico ilegal e redes de pesca fora dos padrões especificados pelo Ibama

Informações bahia.ba
(Foto: Divulgação/ MPE)


Segue até a próxima semana uma operação conjunta entre o Ministério Público Estadual (MPE) e outros 30 órgãos de fiscalização que já confiscou, até esta quarta-feira (19), mais de 300 pássaros silvestres criados ilegalmente em cativeiro e 60 litros de agrotóxico em municípios do oeste baiano.
Segundo o MP, a 40ª etapa da Fiscalização Preventiva Integrada foi iniciada na terça (18) nas cidades de Barra, Brotas de MacaúbasBuritiramaIbotiramaIpupiaraMorparáMuquém do São FranciscoOliveira dos BrejinhosParatinga e Sítio do Mato.
Além do combate às irregularidades em saneamento e gestão ambientais, o grupo fiscaliza as ações de pessoas e empresas nas áreas de pesca, agricultura, patrimônios cultural e ambiental, segurança do trabalho, mineração e cerâmica, loteamentos e comunidades indígenas, quilombolas e de fundo de pasto.
As equipes também apreenderam redes de pesca com tamanhos abaixo do permitido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Os responsáveis pelos crimes foram encaminhados às delegacias de Polícia Civil locais.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários