ONG encaminha 300 jovens para trabalho na prefeitura

Parceria com Parque Social tem como objetivo formar jovens de comunidades carentes para o mercado de trabalho

Informações Correio24horas
Trezentos jovens passam a integrar a equipe da prefeitura a partir da próxima segunda-feira (20). Eles vão atuar como auxiliares administrativos. São jovens de 14 a 22 anos que fazem parte do Projeto Jovem Aprendiz Empreendedor, resultado de uma parceria entre a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), e a ONG Parque Social.
A parceria tem como objetivo formar jovens de comunidades carentes do município para a inclusão no mercado de trabalho. As aulas para capacitação dessa turma começaram no dia 6 de fevereiro, na sede da ONG, no Parque Social. Para participar do projeto, os jovens precisam estar estudando ou ter estudado em escola pública. São 16 meses de atividades.
Todos recebem capacitação teórica e prática de 1.280 horas em auxiliar de escritório/administrativo para atuação durante quatro dias, sendo reservado um dia da semana para a continuidade das suas capacitações teóricas no Parque Social. “Esta é uma maneira positiva de inserir no mercado de trabalho jovens de áreas carentes da capital, proporcionando-lhes não só renda, mas experiências práticas de grande utilidade no futuro”, afirma Rosário Magalhães, diretora-presidente do Parque Social.
CondiçõesOs jovens ganham meio salário mínimo e têm a carteira assinada pelo contrato de trabalho por tempo determinado. A assessora técnica e coordenadora do projeto Jovem Aprendiz Empreendedor, Fátima Santos, destaca que todos os jovens passam por um acompanhamento sistemático, que passa pela capacitação e pela atuação na prática. “Primeiro eles passam por uma formação intensiva para que tenham a base para quando começarem a trabalhar. Por isso, são ministradas aulas de português, informática, postura e segurança do trabalho. É importante ressaltar que nos órgãos onde os jovens vão atuar haverá um supervisor que vai orientar o trabalho de maneira correta”, observa.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários