Morre o criador do Fofão, Orival Pessini

O ator tinha 72 anos e estava internado no Hospital São Luiz do Morumbi, com câncer no baço

Informações bahia.ba
(Foto: Divulgação)

O ator Orival Pessini, criador do Fofão e do Patropi, morreu na madrugada desta sexta-feira (14), em São Paulo, aos 72 anos. Ele estava internado no Hospital São Luiz do Morumbi, Zona Sul da capital, por conta de um câncer no baço.
O empresário do ator, Álvaro Gomes, deu a notícia triste por meio do Facebook. “Uma pessoa que trouxe alegria a varias gerações com seu humor adulto ou para as crianças com o Fofão”, postou.
Nascido em Marília (SP) em 1944, Pessini iniciou a carreira no teatro amador e em comerciais. Sua estreia na TV aconteceu em 1963, no infantil “Quem conta um conto”, da TV Tupi. Mas o sucesso só chegou mesmo anos depois, com os personagens Sócrates e Charles, do “Planeta dos Homens”, da Rede Globo.
O Fofão, seu maior fenômeno, ícone de toda uma geração, surgiu em 1983, no programa “Balão Mágico” da mesma Globo. Anos depois, os bonecos do Fofão, fabricado pela Mimo, foram protagonistas de uma polêmica envolvendo satanismo.
Orival também participou d”A Praça É Nossa” e da “Escolinha do Professor Raimundo” como o Patropi.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários