Sul lidera casos de estupro na Bahia

Enquanto no Extremo-Sul ocorreram 27,1% casos para grupo de 100 mil habitantes, no Sul essa taxa foi de 21,8% em 2015

Informações bahia.ba
(Foto: Reprodução/ Alô Alô Salomão)

Cerca de 70 municípios no sul da Bahia tiveram 517 notificações no ano passado sobre estupro. É a área com maior taxa de estupro do estado. Enquanto no Extremo-Sul ocorreram 27,1% casos para grupo de 100 mil habitantes, no Sul essa taxa foi de 21,8% em 2015.
As duas taxas (Sul e extremo-sul), segundo o jornal Correio, superam em pelo menos três pontos a de Salvador, de 18,1, onde 531 estupros foram registrados de janeiro a dezembro do ano passado. Nas duas regiões, quem lidera a taxa de estupros é a pequena Pau Brasil, com 10 mil habitantes. Foram sete casos em 2015, ou seja, 64,1 de taxa.
Os dados dos crimes foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) e mostram que, a cada 100 mil habitantes do Sul e Extremo-Sul, juntos, 24 foram violentadas em 2015.
Os crimes de violência sexual fazem parte da realidade de quase todos os 417 municípios baianos. No ano passado, apenas 98 deles (23,5%) não tiveram nenhum caso levado às delegacias. Já entre os que registraram as maiores taxas, três estão no Sul e Extremo-Sul: Pau Brasil, em 4º lugar, com 64,19; Itanhém, em 7º, com 48,52; e Porto Seguro, em 9º, com 46,07.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário