Mãe se recusa a pagar advogado para jovem que matou ex durante sexo

"Acho justo ela pagar pelo que fez", diz a mãe da jovem

Informações Correio24horas
A mãe da vendedora Vania Basílio Rocha, 18 anos, não vai pagar por um advogado para a jovem, que foi presa em flagrante acusada de assassinar o ex-namorado durante o ato sexual. Sem se identificar, ela afirmou que até agora não entende o que motivou as ações de Vania. "Acho justo ela pagar pelo que fez", afirmou ao G1.



O crime aconteceu no dia 30 de dezembro em Vilhena (RO). Marcos Catanio Porto, 26, estava em casa quando recebeu a ex-namorada. Durante o ato sexual, Vania o atacou e matou a facadas. Segundo ela, o crime não teve nenhuma motivação específica. "Queria matar alguém. Fiquei olhando olho no olho até ele morrer", revelou.
A mãe de Vania está bastante abatida. Ela contou que está visitando a filha no presídio e não vai abandoná-la. "Sou a mãe dela. O que puder fazer por ela, nós faremos. Eu amo ela incondicionalmente. Ela é minha filha, mas acho justo ela pagar pelo que fez. Ela não tem advogado. O advogado será do estado, pois não vou contratar advogado", diz.
Segundo a mãe, Vânia tinha uma convivência normal com a família. A jovem frequentava igreja, trabalhava normalmente e aparentava estar feliz. "Sofro pela família do rapaz, sofro por ela. A gente nunca imagina que uma coisa dessas vai acontecer em nossa família".
Vânia está em uma cela sozinha, passando por processo de triagem, segundo a direção do presídio feminino.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário