Brigadistas da Defesa Civil Nacional serão enviados à Chapada para combater incêndio

Segundo o governo, foram investidos R$ 500 mil na compra de equipamentos de proteção e de combate ao fogo

Informações Correio24horas
Uma equipe com 47 pessoas da Defesa Civil Nacional será enviada à Chapada Diamantina pelo governo do Estado para auxiliar nas ação de combate aos incêndios que atingem a região há mais de um mês. A previsão é de que os brigadistas cheguem na região nesta quarta-feira (16). Nesta segunda-feira (14), a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) informou que contratou mais dois helicópteros para o combate do fogo.
(Foto: Divulgação)

Um dos helicópteros foi enviado ontem mesmo para a cidade de Jacobina, onde também há incêndios. O outro tem previsão de iniciar a operação hoje. Segundo o governo, foram investidos R$ 500 mil na compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e de combate ao fogo, como luvas, máscaras, abafadores, mochilas costais, facões, foices, pás, enxadas e fardamento. O material foi entregue para brigadistas voluntários no domingo (13) no grupamento do Corpo de Bombeiro de Lençóis.
Ainda de acordo com o governo, atualmente 60 bombeiros militares, 40 brigadistas, 8 peritos, quatro veículos tracionados (4×4), cinco helicópteros e seis aviões modelo air tractors, capazes de transportar até 3,8 mil litros d´água fazem parte da operação coordenada pelo programa Bahia Sem Fogo.
O secretário Eugênio Spengler, titular da Sema, viajou para a Chapada, onde participou nesta segunda-feira (4), em Jacobina, de uma reunião com comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Francisco Telles, e prefeitos da região.
O encontro que reuniu representantes do Ministério Público e da sociedade civil, além de brigadistas e bombeiros que compõem o programa Bahia Sem Fogo, teve como objetivo alinhar as ações de combate aos focos de incêndio.
"É importante a parceria de todos para que juntos possamos ter maior efetividade nas ações de combate. Toda a estrutura (aeronaves, equipamentos e veículos) está sendo utilizada para fortalecer esse trabalho. Atuamos conjuntamente com outros órgãos e instituições", afirmou Spengler.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário