Rodovia é interditada por causa de incêndio na Chapada Diamantina

Fumaça impede tráfego de veículos na BR-242, na divisa entre os municípios de Lençóis e Palmeiras

Informações Correio24horas
Incêndio acontece às margens da BR-242, na área da APA Marimbus/Araquara e do Parque Nacional (Foto: Tayne Luz Casca/Jornal da Chapada)
Incêndio acontece às margens da BR-242, na área da APA Marimbus/Araquara e do Parque Nacional (Foto: Tayne Luz Casca/Jornal da Chapada)


O km 340 da BR-242 foi totalmente interditado no início da tarde desta quinta-feira (12) por causa de um incêndio de grandes proporções na região do Rio Mucugezinho, na divisa entre as cidades de Lençóis e Palmeiras, na Chapada Diamantina.
De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o bloqueio aconteceu por volta das 12h30, em razão da fumaça no local, que dificultava a visibilidade de motoristas na rodovia. Por volta das 14h30, a rodovia federal chegou a ser liberada por cerca de 15 minutos, mas foi novamente bloqueada por conta da baixa visibilidade. 
Ainda segundo informações da PRF, não há desvios próximos ao local onde há a interdição e um engarrafamento se formou. A PRF não soube informar a extensão do congestionamento. 
Incêndio
O incêndio começou por volta do meio-dia, na região do balneário do Rio Mucugezinho. Segundo informações do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o fogo se propagou rapidamente. Ainda de acordo com o ICMBio, as chamas estão se alastrando em direção ao Morro do Pai Inácio. 
De acordo com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), o incêndio acontece na área da Área de Proteção Ambiental (APA) Marimbus/Araquara e do Parque Nacional da Chapada Diamantina. A extensão do incêndio ainda é desconhecida.
Segundo informações do ICMBio, cerca de 30 pessoas, entre brigadistas voluntários e contratados, estão trabalhando no combate ao fogo. De acordo com o Inema, aviões e um helicóptero do Bahia Sem Fogo, além do Corpo de Bombeiros de Lençóis e de Ibicoara também estão atuando no combate às chamas. Além disso, mais 18 oficiais do Corpo de Bombeiros estão sendo designados para o combate ao incêndio na região.  
As causas do incêndio ainda não foram confirmadas, mas o ICMBio aponta a ação humana como o possível responsável pelo primeiro foco das chamas. 
Um outro foco de incêndio na região aconteceu na localidade de Campo de São João, no município de Palmeiras. De acordo com a assessoria do ICMBio, apesar do foco estar localizado próximo de uma região de zona habitada, as chamas no local são de proporções bem menores do que ao da localidade de Mucugezinho. 
"Nossos esforços, nesse momento, estão concentrados em Mucugezinho porque as chamas estão com grandes proporções e está avançando para o Pai Inácio", informou a assessoria do ICMBio. Conforme o órgão, não há brigadistas suficientes para atuar nos dois focos de incêndio. 
De acordo com o Inema, peritos do órgão chegam em Lençóis nesta sexta-feira (13) para acompanhar a operação de combate ao fogo. 
Incêndio em Andaraí
Ainda na tarde de hoje, um incêndio foi registrado também no município de Andaraí. De média proporção, as chamas começaram por volta das 12h na região do Paraguaçu, dentro da área do Parque Nacional da Chapada Diamantina. 
Presidente dos Combatentes de Incêndios Florestais de Andaraí (Cifa), Homero Viana afirma que a ação de combate ao fogo aconteceu de maneira rápida. "A ação foi rápida e por volta das 15h já tínhamos exterminado todo o fogo", explica. 
De acordo com Homero, os incêndios na região têm acontecido quase todos os dias, mas, no geral, de pequena ou média proporção. "Foi agora no final de outubro que começaram os incêndios quase que diários", informa. 
Ibicoara
No último domingo (8), um incêndio florestal atingiu o município de Ibicoara, também na Chapada Diamantina. Com a ajuda do Bahia Sem Fogo, programa da Secretaria de Maio Ambiente (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), o fogo foi completamente controlado na manhã de quarta-feira (11). 
(Foto: Tayne Luz Casca/Jornal da Chapada)

Na tarde desta quinta, um helicóptero realiza um sobrevoo no local do incêndio para calcular a área atingida pelas chamas, segundo informou o brigadista chefe do Prevfogo, Alex Lima. Ainda de acordo com Lima, a área atingida pelo incêndio continua sendo monitorada para garantir que o fogo não retorne.
Conforme a coordenadora do Bahia Sem Fogo, Fabíola Cotrim, a ação contou com o apoio de brigadistas de Ibicoara, Barra da Estiva, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Salvador. O fogo não chegou próximo de zonas residenciais. 
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário