Operação do MP-BA resgata 2.380 animais na região do Rio Paraguaçu

Ação, que contou com apoio da PRF, ocorreu de 25 de julho a 7 de agosto.
Operação apreendeu ainda 64 armas de fogo.


Informações G1 BA
Operação resgatou 2.380 animais dirante a operação (Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal)
Operação resgatou 2.380 animais dirante a operação (Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal)

A 6ª edição da Operação Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), realizada na região do Rio Paraguaçu, na Bahia, entre 27 de julho e 7 de agosto, resgatou 2.380 animais, apreendeu 64 armas de fogo, prende 11 pessoas e interditou duas serrarias. A operação foi coordenada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA).
Segundo a Polícia Rodoviária (PRF), que apoiou a operação, o resultado da operação foi maior do que o de todas as outras edições anteriores da FPI.
Operação apreendeu ainda 64 armas de fogo (Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal)
Operação apreendeu ainda 64 armas de fogo (Foto:
Divulgação/Polícia Rodoviária Federal)
Dois casos que chamaram a atenção ocorreram na zona rural de Itaberaba, cidade localizada a 290 quilômetros de Salvador. Segundo a PRF, em um deles um homem foi detido por falsificar anilhas – objeto utilizado para comprovar a origem legal das aves. Na casa do homem, foram encontrados  37 pássaros com sinais de maus-tratos.
O outro caso foi em um Hotel Fazenda, onde foram resgatados vários animais silvestres, como arara, gavião, macaco prego, jiboias, papagaio, raposa, jacu, jabuti e seriema. Os
jacus encontrados são da espécie Penélope Jacucaca, e estão como vulneráveis na lista da
União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais de 2015 e na lista do Ministério do Meio Ambiente (MMA) nos estados de Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco e Piauí. De acordo com a PRF, o proprietário do estabelecimento não possuía autorização ambiental.
Ainda segundo informações da polícia, alguns animais foram soltos em reservas e outros foram encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, onde passaram por avaliação.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário