Adolescente de 13 anos é estuprada dentro de carro a caminho da escola

A menina caminhava para a escola, quando o suspeito pediu ajuda para consertar o carro e a amarrou pelo pescoço

Informações Correio24horas
Uma adolescente de 13 anos foi estuprada dentro de um carro no bairro do Sobradinho, em Feira de Santana, no centro-norte do estado. A menina foi abordada pelo suspeito nesta quarta-feira (12), por volta das 7h30, quando seguia para a escola que fica no mesmo bairro. Após o crime, o estuprador deixou a garota perto da escola e fugiu.

Acompanhadas da Polícia Militar, a menina e a mãe foram levadas até a delegacia onde contaram sobre o abuso sexual (Foto: Acorda Cidade)
Acompanhadas da Polícia Militar, a menina e a mãe foram levadas até a delegacia onde contaram sobre o abuso sexual (Foto: Acorda Cidade)

Segundo a polícia, a menina caminhava sozinha por uma rua de pouco movimento, quando o suspeito parou metros a frente da vítima, saiu do carro e levantou o capô do veículo. Fingindo estar com problemas mecânicos, o suspeito pediu ajuda quando ela se aproximou.
"Ele pediu para ela colocar o dedo na bateria, enquanto ele dava a partida no carro. Em seguida, alegando que ela poderia tomar um choque, ele inverteu a situação e pediu para a menina ficar dentro do carro enquanto ele observava as peças", relata a escrivã da Delegacia Especializada em Crimes contra a Criança e o Adolescente (Derca).
Quando a menina sentou no carro, o suspeito baixou o capô, entrou no veículo, usou uma corda para amarrar a garota pelo pescoço e a obrigou ir para o banco de trás. O suspeito dirigiu até uma outra rua menos movimentada e praticou o estupro. A vítima contou à polícia que o suspeito usou um material metálico para cobrir o vidro para-brisas do veículo. Os vidros da janelas tinham plástico fumê.
Após o estupro, o homem deixou a menina próximo à escola onde estuda. "Ela disse que não olhou nem para trás. Correu e entrou no colégio", conta a escrivã. Ainda de acordo com a polícia, logo depois a menina saiu da escola, foi até uma ótica que fica ao lado e pediu um celular emprestado para ligar para a mãe.
Acompanhadas da Polícia Militar, a menina e a mãe foram levadas até a delegacia onde contaram sobre o abuso. A vítima contou que nunca tinha visto o suspeito pela região. Ela foi encaminhada para um hospital para fazer exame de corpo de delito e receber atendimento médico de urgência dado a vítimas de estupro. O uniforme que a menina vestia no momento do crime foi recolhido e encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), de Feira de Santana.
Equipes das polícias Civil e Militar fazem buscas na região para tentar localizar e prender o estuprador. Segundo André Cerqueira, chefe do cartório da Derca, imagens de câmeras de segurança de imóveis da região estão sendo colhidas para tentar identificar o veículo e o suspeito. O caso está sendo investigado pela delegada Milena Calmon, titular da Derca.
Segundo boletim divulgado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), apenas este ano, até o dia 30 de junho foram registrados 69 estupros em Feira de Santana. No mesmo período, a capital baiana registrou 255 casos de abuso.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário