Quadrilha desliga rede telefônica e destrói banco com série de explosões

Crime foi na madrugada desta sexta em Quijingue; o 2° ataque em um mês.
'Parecia guerra', contou investigador; banco seria reinaugurado nesta sexta.


Informações G1 BA
(Foto: Imagens / TV Bahia)

Cerca de 20 homens armados com fuzis e pistolas tocaram terror e destruíram uma agência do Banco do Bradesco na cidade de Quijingue, a cerca de 300 quilômetros de Salvador, na madrugada desta sexta-feira (5). Segundo informações da delegacia, este mesmo banco foi explodido há um mês e seria inaugurada nesta sexta-feira. O crime durou cerca de 40 minutos.

Explosáo em Quijingue na Bahia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Explosáo em Quijingue na Bahia
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)
De acordo com a investigação, os suspeitos chegaram em seis veículos, dentre três carros de passeio, uma caminhonete e duas motos, e cercaram a cidade.
"Eles se distribuíram e, nesse momento, a rede telefônica ficou sem funcionar por mais de 2h. Assim que eles chegaram ao banco, fizeram cerca de cinco explosões com dinamites na região do cofre. Com isso, a agência ficou completamente destruída", relatou Dantas, chefe de investigação da unidade policial.
Os quatro caixas eletrônicos novos, que seriam inaugurados nesta sexta, ficaram danificados, bem como uma loja e uma casa, localizadas ao lado da unidade bancária. "Parecia guerra. Eles fizeram pânico na cidade, atirando para todos os lados", disse o investigador.
Durante a fuga, a polícia ainda tentou perseguição aos criminosos, mas tiveram os pneus de três viaturas furados por causa dos pregos que foram jogados no chão pelos suspeitos, impedindo a ação da Polícia Militar (PM).
Segundo a polícia, um dos veículos utilizado pelos suspeitos foi encontrado em uma estrada próxima ao município de Nordestina. No entanto, nenhum dos suspeitos foi localizado, até por volta das 9h30.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário