Mulher joga soda cáustica em colega de trabalho; 'motivo banal', diz polícia

Crime ocorreu no ônibus que levava os trabalhadores de volta para casa.
Quatro pessoas foram atingidas pelo produto e sofreram ferimentos leves.


Informações G1 BA
Uma camareira de um hotel na Praia do Forte, na Linha Verde, teve 35% do corpo queimado após ser atingida por soda cáustica jogada por uma colega, que atua como ajudante de limpeza, por causa de discussão ocorrida há 15 dias no trabalho.
O ácido foi jogado dentro de um ônibus da empresa, quando passava na altura da BA-099, em Vila de Abrantes, na cidade de Camaçari, na região metropolitana de Salvador. No ato, ocorrido na tarde de quinta-feira (11), mais quatro pessoas também foram atingidas pelo produto e sofreram ferimentos leves.
Mulher é atingida por soda cáustica e tem 35% do corpo queimado (Foto: Divulgação/Delegacia de Abrantes)
Mulher é atingida por soda cáustica e tem 35% do corpo queimado (Foto: Divulgação/Delegacia de Abrantes)

Segundo informações de Maria Daniele, delegada titular da 26ª Delegacia de Abrantes, a briga ocorreu porque a camareira queria entrar no refeitório onde a suspeita fazia limpeza. No entanto, ela não teria deixado a vítima entrar, quando foi iniciada discussão.
Soca cáustica atingiu bermuda de um colega de trabalho;bahia (Foto: Divulgação/Delegacia de Abrantes)
Soca cáustica atingiu bermuda de um colega de
trabalho;bahia (Foto: Divulgação/Delegacia
de Abrantes)
"Ontem, 15 dias após o fato, na volta do trabalho para casa, a vítima estava sentada próximo a alguns colegas de trabalho. Todos estavam descansando. A suspeita levantou do local onde estava sentada e derramou soda cáustica na cabeça dela. Uma situação trágica, por um motivo banal", relatou ao G1.
As quatro pessoas que estavam próximas à vítima foram atingidas pelo produto receberam atendimento médico e tiveram alta, segundo a delegada.
A mulher atingida foi encaminhada em estado grave para o Hospital Geral do Estado (HGE). O estado de saúde é desconhecido.
A suspeita foi conduzida por policiais da 59ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) para a delegacia, onde foi presa em flagrante por tentativa de homicídio e lesão corporal, caso seja confirmado o laudo.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário