Suspeito de matar prefeito de Macajuba se entrega à polícia e é preso

Crime foi motivado pela desapropriação que a prefeitura de Macajuba promoveu de um terreno pertencente à sua família

Informações Correio24horas
(Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Suspeito de matar o prefeito de Macajuba, o comerciante Flávio Albergaria de Oliveira, 33 anos, foi preso nesta terça-feira (28), ao se apresentar no Departamento de Polícia do Interior (Depin), localizado no edifício-sede da Polícia Civil, na Praça da Piedade, acompanhado de dois advogados.
Em depoimento, Flávio afirmou que o crime foi motivado pela desapropriação que a prefeitura de Macajuba promoveu de um terreno pertencente à sua família. O suspeito matou a tiros o prefeito Fernão Dias Ramalho Sampaio, 67 anos, no dia 2 de abril deste ano.
O crime aconteceu próximo à Igreja Matriz do município, distante cerca de 290 quilômetros de Salvador. De acordo com o delegado Marcelo Moreira Cavalcante, que responde pela DT/Macajuba, o prefeito parou seu veículo na rua principal da cidade, para cumprimentar o irmão, quando foi surpreendido pelos disparos efetuados por Flávio. Fernão Dias, que estava sozinho no veículo, perdeu o controle da direção e colidiu contra a parede da igreja. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 
Dezenas de pessoas presenciaram o assassinato. O veículo utilizado na ocasião por Flávio, um Fiesta Sedan, de cor preta, placa JRQ-6095, foi localizado pela polícia num sítio, nas proximidades da cidade, no dia seguinte ao crime. O comerciante disse que jogou a arma do crime num matagal. Flávio Albergaria de Oliveira, 33 anos, não tem passagens anteriores pela polícia. Ele foi encaminhado à carceragem da 12ª Coorpin/Itaberaba.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário