Vendedor é executado na frente da mulher em Feira de Santana; polícia suspeita de vingança

Casal morava em São Paulo, e tinha se mudado recentemente. Vendedor sofreu outra tentativa de homicídio há 30 dias

Informações Correio24hs
Um vendedor autônomo foi assassinado na frente da mulher em Feira de Santana, município localizado a 110 quilômetros de Salvador. A companheira da vítima também ficou ferida após ser atingida por uma bala de raspão. O crime aconteceu às 19h na avenida Fraga Maia, uma das principais vias da cidade. "É um local de muito movimento, onde tem ciclovias e pistas de cooper frequentadas por moradores", disse João Uzzum, titular da Delegacia de Homicídios (DH) da região. 
A vítima, Tiago Moura dos Santos, 27 anos, estava dentro do próprio carro, um Monza, quando foi baleado. "Ele estava acompanhado da mulher quando estacionou na frente da guarita de um condomínio. Tiago estava no telefone quando um outro veículo parou na frente do Monza. Um homem desceu e começou a atirar neles", relata o delegado. 
Tiago foi baleado na cabeça, e a mulher dele, identificada como Josevânia Martins da Silva, 28 anos, foi atingida de raspão na testa. O vendedor foi socorrido para o Hospital Emec, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada desta quarta-feira (8), por volta das 3h. Josevânia foi levada ao Hospital Geral Clériston de Andrade, e teve alta nesta manhã.
"Ela está em estado de choque", conta o titular da Delegacia de Homicídios. Tiago, que é natural de Gavião, município localizado a 245 quilômetros de Salvador, tinha se mudado para Feira de Santana com a companheira há apenas dez dias. Antes, o casal morava em São Paulo.
Vítima e companheira estavam dentro do carro quando foram baleados; vingança pode ter motivado crime (Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade)
Vítima e companheira estavam dentro do carro quando foram baleados; vingança pode ter motivado crime (Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade)
Vingança pode ter motivado o assassinatoCom características de execução, o autor da morte de Tiago ainda não foi identificado pela polícia. No entanto, uma das principais linhas de investigação do crime já foi determinada. "Há indícios de que o crime pode ter sido motivado por vingança", esclareceu o delegado João Uzzum. 
Segundo a Polícia Civil, Tiago trabalhava no contrabando de mercadorias ilegais. "Ele fazia viagens para o Paraguai, em busca de produtos clandestinos que eram vendidos no Brasil", disse o titular. Há um mês, a vítima já tinha sofrido uma outra tentativa de homicídio em São Paulo, onde morava.
"O motivo deste atentado estava ligado a um desentendimento que ele [Tiago] teve com os autores do crime, que também eram de Gavião", conta Uzzum. Na ocasião, o vendedor foi baleado três vezes e sobreviveu. Os culpados foram identificados e detidos pela Polícia Civil de São Paulo.
A prisão deles, acredita a polícia, pode ser o que motivou a execução de Tiago em Feira de Santana. "Esta é uma das principais linhas de investigação do caso. No entanto, ainda estamos buscando mais esclarecimentos e ouvindo testemunhas", afirmou o investigador da Delegacia de Homicídios.   
O corpo de Tiago, que morava com a mulher no bairro de Baraúna, foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana. O homem que atirou nele ainda não foi identificado, e a companheira da vítima, Josevânia, ainda não foi ouvida em depoimento. 
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário