Duas toneladas de alimentos de merenda são apreendidas em mercados

A 8ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) fez a apreensão depois de denúncia do Ministério Público


Uma operação conjunta apreendeu mais de duas toneladas de merenda escolar em Teixeira de Freitas, no sul baiano, na sexta-feira (29). A mercadoria estava sendo vendida em estabelecimentos comerciais - o selo do programa "Parceiros da Escola" está nos itens apreendidos, que incluem farinha, feijão e açúcar.

A 8ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) fez a apreensão depois de denúncia do Ministério Público. Mais de 2 mil sacos, com 1 kg cada, foram apreendidos nas lojas - ao todo foram apreendidos, 966 quilos de feijão, 612 quilos de farinha e 277 quilos de açúcar. Os estabelecimentos onde os alimentos foram encontrados foram o Supermercado Teixeira, o Supermercado Distrisul e o Supermercado Padaria Verde.



Material foi apreendido na sexta-feira (Foto: Sul Bahia News)
Material foi apreendido na sexta-feira (Foto: Sul Bahia News)


Os três responsáveis pelos estabelecimentos, Miguel Arcanjo de Oliveira, 25 anos, José Carlos Ramos Silva, 26 anos, e Aristides Santos Santana, 43 anos, foram autuados em flagrante por receptação qualificada. Os itens eram revendidos por preços abaixo do mercado - por até 99 centavos.
"Essa foi uma ação conjunta que fizemos com o Ministério Público, o MP recebeu uma denúncia e solicitou nosso apoio. Foram três mercados investigados e nos três foram constatadas a venda irregular", afirmou o delegado Marcos Vinícius Almeida Costa, responsável pela 8ª Coorpin. "Vamos agora até os fabricantes para entender exatamente como foram desviados esse itens", acrescenta.
A reportagem entrou em contato com a Secretaria Municipal de Educação de Teixeira de Freitas, Secretaria Estadual de Educação, Ministério de Educação e Cultura (MEC), Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e com a Secretaria da Educação do Dsitrito Federal e não conseguiu localizar responsáveis pelo programa. O promotor Anselmo Lima Pereira, que conduz a investigação no MP, também não foi encontrado para comentar o caso. Informações Correio24hs
Alimento faz parte de programa de parceria (Foto:Sul Bahia News)
Alimento faz parte de programa de parceria (Foto:Sul Bahia News)

Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário