Casa de Cultura Afrânio Peixoto comemora 141 anos de seu patrono com evento em Lençóis

As atividades acontecem entre os dias 14 e 17 de dezembro, com grupos de capoeira e maculelê, exposições, exibição de filmes e apresentação da Filarmônica Lyra Popular de Lençóis

Informações Jornal da Chapada
(Foto: Montagem do JC)

A Casa de Cultura Afrânio Peixoto, em Lençóis, cidade da Chapada Diamantina, está preparando uma programação especial para a comemoração do 141º aniversário de nascimento de Afrânio Peixoto. O evento acontecerá entre os dias 14 e 17 de dezembro, com apresentações de grupos de capoeira e maculelê, exposições, exibição de filmes e apresentação da Filarmônica Lyra Popular de Lençóis. As atividades começam na quinta-feira (14), às 18h30, com apresentação cultural do Grupo de Capoeira Corda Bamba, na Praça do Rosário.
Em seguida, às 19h, no auditório da Casa acontece a abertura oficial das comemorações com uma mesa formada pela secretária estadual de Cultura, Arany Santana, além do diretor-geral da Fundação Pedro Calmon, Zulu Araújo, o diretor do Centro de Memória da Bahia, Rafael Fontes, o prefeito de Lençóis Marcos Airton de Araújo, o coordenador do Campus da Universidade Estadual de Feira de Santana em Lençóis, Delmar Araújo, e a diretora da Uneb, campus XXIII, em Seabra, professora Iranice Carvalho. Ainda na quinta, às 20h30, tem a abertura da Exposição de Títulos Honoríficos de Afrânio Peixoto e Exposição de Mandalas de Cerâmica, de Sílvia Lopes, no Memorial da Casa de Cultura.

Na sexta (15), tem atividades com monitores da Uneb até as 18h. Depois tem a abertura do Cineclube Maria Bonita, como a exibição de Depoimento e Filme – Diamante Bruto, com Dulce Ferrero. No sábado (16), também tem cineclube com a exibição do documentário ‘Mestres Artífices da Bahia’ e debate com Marcelo Abreu, diretor e roteirista do documentário realizado pelo Iphan e pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFBA e Ministério da Cultura. No domingo (17), tem a Retreta da Philarmônica Lyra Popular de Lençóis, às 19h, e a missa em homenagem a Afrânio Peixoto, às 19h30.
Sobre Afrânio Peixoto
Afrânio Peixoto foi um importante literato, médico legista, sanitarista e congressista. Nascido em Lençóis, nas Lavras Diamantinas, em 17 de dezembro de 1876, filho do Coronel Francisco Afrânio Peixoto e Virgínia de Moraes Peixoto. Além da carreira médica, Afrânio Peixoto foi deputado federal pela Bahia na legislatura de 1924-1930 e desde 1900 produziu mais de 35 obras literárias, sendo eleito para a Academia Brasileira de Letras em 1911, sucedendo Euclides da Cunha na Cadeira nº 7. Jornal da Chapada com informações de assessoria.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário