Cantora egípcia é presa por comer banana de forma sensual em clipe

Shaimaa Ahmed, mais conhecida como Shyma, tem 21 anos e foi condenada também a pagar uma multa por "incitar a devassidão"

Informações bahia.ba
(Foto: Reprodução/ YouTube)

A cantora egípcia Shaimaa Ahmed, de 21 anos, foi condenada a dois anos de prisão por “incitar a devassidão” após estrelar um videoclipe considerado indecente no país de Cleópatra.
Mais conhecida como Shyma, no clipe da música “I Have Issues” (Eu tenho problemas), ela lambe uma maçã e come uma banana de forma bastante sensual diante de uma classe de homens.
A mídia local, citada pelos tablóides britânicos “Independent”, “BBC” e “The Guardian”, destacou que a artista foi declarada culpada pela publicação junto com o diretor do vídeo por uma Corte da capital. Os dois ainda podem recorrer da sentença. Shyma também recebeu uma multa equivalente a R$ 1,85 mil.

Após ser presa, a cantora pediu desculpas a quem interpretou o vídeo “de maneira inapropriada”. Em sua página no Facebook, em seguida deletada das redes, ela explicou que não imaginava tamanha repercussão. “Nunca imaginei que eu ficaria sujeita a um ataque tão forte de tanta gente”, escreveu.
Com o lançamento do clipe, a elite conservadora do Egito passou a exigir uma punição para a cantora. O jornal local “Youm7” publicou um editorial no qual avaliava que a cantora apresentou “uma lição de devassidão” à juventude do país.
Os fãs da jovem, no entanto, consideram a prisão um símbolo da opressão na nação árabe — uma das que mais restringem os direitos das mulheres no mundo, segundo o “Independent”. A decisão da Corte do Cairo tem precedentes. No ano passado, três dançarinas foram condenadas a seis meses de cadeia por “incitarem devassidão” em videoclipes.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário