Prefeitura de Ipiaú aderiu Movimento Pró-Município e suspendeu expediente interno nesta quinta-feira

Assessoria de Comunicação 
Prefeitura Municipal de Ipiaú - ASCOMPMI
(Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Ipiaú funcionou nesta quinta-feira (26/10), apenas em regime de expediente interno, sem atendimento ao público. Um pano preto foi hasteado e uma faixa fixada em sinal de protesto para chamar atenção da crise financeira que assola os municípios. 

Para evitar que muitas Prefeituras fechem as portas, os Prefeitos estão mobilizados para edição de uma Medida Provisória para garantir o Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM), no aporte de R$ 4 bilhões, a fim de possibilitar que as administrações municipais fechem as contas do ano de 2017; repasse imediato dos Royalties do Petróleo pelo Governo do Estado para os municípios baianos; retirada das despesas dos Programas Federais do cômputo dos gastos com pessoal; e revisão do Pacto Federativo – Ínfima projeção de aumento do Fundo de Participação dos Municípios – FPM para o ano de 2018, tão somente no importe de 3.95%.

Sem condições de pagar a folha de pessoal e manter serviços de saúde, educação e assistência social, os Prefeitos se reuniram nesta quinta-feira(26/10), em Salvador, para uma marcha, organizada pela União dos Municípios da Bahia (UPB). A manifestação iniciada na frente da entidade, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), seguiu em caminhada até a Assembleia Legislativa do Estado para uma sessão especial onde foram abordadas as pautas estaduais.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário