Empresa acusada de controlar ida ao banheiro é interditada

O caso começou a ser apurado em fevereiro deste ano a partir de uma denúncia sigilosa

Informações bahia.ba
(Foto: Reprodução/ bahia.ba)

Uma empresa de call center localizada em Itabuna, no sul da Bahia, foi interditada, nesta segunda-feira (16), por irregularidades trabalhistas. Segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT), “graves irregularidades” na forma de controle da jornada dos empregados foram o motivo da interdição total da unidade.
A mesma companhia é alvo de outros inquéritos e ações civis públicas movidas pelo MPT por situações que envolvem assédio moral, problemas na oferta de alimentação aos funcionários, atrasos no pagamento de salários e controle de idas ao banheiro.
O caso começou a ser apurado em fevereiro deste ano a partir de uma denúncia sigilosa. Com a interdição, todas as atividades relacionadas a teleatendimento estão suspensas por tempo indeterminado e só poderão ser retomadas após a comprovação de que as normas trabalhistas são cumpridas.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário