Carne clandestina é apreendida em Jacobina durante operação conjunta

Segundo o promotor Pablo Almeida, vários produtos, principalmente carnes e requeijão, estão sendo observados e apreendidos, devido às validades vencidas e ao péssimo estado de conservação

Informações Jornal da Chapada
(Foto: Reprodução/Augusto Urgente)

Uma operação conjunta realizada, na manhã da última quinta-feira (19), pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Vigilância Sanitária, Polícia Militar, Ministério Público e Polícia Rodoviária Estadual, apreendeu carne clandestina no Centro de Abastecimento de Jacobina, na Chapada Norte. Mais de 350 quilos de queijos, requeijão, manteiga, frangos e vísceras também foram aprendidos.
Segundo o promotor Pablo Almeida, vários produtos, principalmente carnes e requeijão, estão sendo observados e apreendidos, devido às validades vencidas e ao péssimo estado de conservação. “Nos deparamos com muito peixe, frango e carne clandestina, baratas sobre alimentos, queijo e requeijão estragados e de origem duvidosa, além da falta de higiene adequada. Alguns boxes estão usando ‘gatos’ de energia, que precisam serem regularizados”, disse.
A ação dividiu opiniões no Centro de Abastecimento. Um cidadão, que não quis se identificar, se revoltou. “Um pai de família trabalhando, aí vem e toma um prejuízo de R$ 3 mil”. Já um açougueiro, que vende carne inspecionada, disse que “o certo é procurar andar na legalidade, porque senão irá tomar um prejuízo desse todo ano”. Jornal da Chapada com informações de Augusto Urgente.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário