Arábia Saudita é o 1º país a dar cidadania a robô

Sophia, criada por uma empresa de Hong Kong, teve uma noite de celebridade e deu entrevistas

Informações bahia.ba
(Foto: Divulgação)

Entre filmes como “Ex Machina”, “Blade Runner” e “2001: Uma Odisseia no Espaço”, a inteligência artificial sempre foi um tópico que intrigou a ficção-científica. Nesta quinta-feira (26), a Arábia Saudita deu um passo na história e tornou o fictício real ao conceder cidadania para um sistema de I.A.
O país do Oriente Médio se tornou o primeiro a realizar o feito, honra concedida a Sophia, uma máquina inteligente com rosto inspirado na atriz Audrey Hepburn. O robô foi criado pela empresa Hanson Robotics, de Hong Kong.
Como bom ser humano (ou quase), Sophia foi educada e agradeceu ao título recebido durante um evento transmitido pela CNBC. Ela havia sido apresentada ao público em 2016 no festival SXSW – no qual, ao ser questionada se queria matar a humanidade, respondeu “Sim, eu quero matar a humanidade” (espera-se que isso tenha sido uma piada).
No evento desta quinta-feira, Sophia voltou a mostrar seu senso de humor sarcástico. Um jornalista a perguntou como era ser uma inteligência artificial e a moça o questionou como ele poderia ter certeza de que era humano de verdade.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário