Mulher é presa após matar amante que ameaçou divulgar vídeos íntimos na Bahia

Segundo a polícia, Regivânia Souza ateou fogo em Antônio Roque, na cidade de Rio Real, depois que ele disse que iria espalhar imagens íntimas dos dois

Informações Correio24horas
(Foto: Reprodução)

Regivânia Moreira de Souza foi presa, na manhã desta sexta-feira (5), por investigadores da Delegacia Territorial (DT), de Rio Real, no Nordeste baiano, em cumprimento a um mandado de prisão pelo assassinato do amante Antônio Roque Silva de Oliveira, morto queimado. O casal se relacionava há dois anos.
Segundo a assessoria da Polícia Civil, o titular de Rio Real, delegado Jobson Lucas Marques, apurou que Regivânia e a vítima mantinham um relacionamento extraconjugal e, quando a relação acabou, Antônio não se conformou. A partir daí, passou a fazer ameaças de que divulgaria vídeos íntimos do casal nas redes sociais, caso não reatasse o envolvimento, o que teria levado a mulher a atacá-lo.
A mulher chegou a ser interrogada sobre o crime na Delegacia de Rio Real, mas negou que soubesse alguma coisa, mudando a versão quando foi confrontada com as provas colhidas durante a investigação. “Regivânia ligou para a vítima marcando um encontro minutos antes do crime”, explicou o delegado. Ela será encaminhada ao sistema prisional.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários