Filme da Turma da Mônica com atores de carne e osso abre seleção

O longa deve ser lançado em julho de 2018 e gira em torno do sumiço do cão Floquinho. Um lhasa branco já foi escolhido e está sendo treinado para viver o papel na obra

Informações bahia.ba
(Foto: Divulgação)

Estão abertas as inscrições para fazer parte do elenco de “Laços”, primeiro filme da Turma da Mônica em que as personagens serão interpretadas por atores de carne e osso. Os testes serão feitos para escolher quem dará vida à própria Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali.
Os candidatos devem ter entre 8 e 12 anos e publicar no YouTube um vídeo de até um minuto mostrando um pouco da sua personalidade. Eles terão também que preencher uma ficha de inscrição no site oficial do projeto – com autorização e supervisão do responsável.
O único ator já escolhido para o longa, que tem estreia prevista para julho de 2018, é o cão que será o Floquinho. Aliás, a trama gira em torno do cachorro, que desaparece e motiva toda uma saga. O selecionado foi um lhasa apso branco, também batizado Floquinho, que está desde filhote morando com um treinador para conseguir atuar. A cor verde será obtida com computação gráfica ou jogo de luz branco.
Cerca de 50 crianças vão para a segunda fase, em junho, que envolverá oficina com professores de atuação e testes de câmera. “É óbvio que a característica física contará, mas é o menor ponto. Acho muito mais a personalidade de cada criança”, diz o diretor Daniel Rezende, que editou “Cidade de Deus” e dirigiu séries como “O Homem da Sua Vida”.
“Vamos evitar ao máximo trabalhar com computação gráfica, mas o Cebolinha tem cinco fios de cabelo. Como fazer isso? Pode muito bem ser um rastafári estilizado, quem sabe?”, diz o produtor Cao Quintas, da Latina Estúdio, que produz o filme com a Quintal Digital.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários