Delegado é preso na Bahia suspeito de associação ao tráfico e venda de inquéritos

Nilo Ebrahin também é suspeito de envolvimento nos crimes de peculato e venda de inquéritos

Informações bahia.ba
(Foto: Divulgação/MPF)

Foi preso preventivamente o delegado Nilo Ebrahin Ribeiro Bonfim, de 46 anos, titular da Delegacia Territorial (DT) de Pindaí, no sudoeste baiano, pela Corregedoria da Polícia Civil (Correpol).
Nilo é suspeito de envolvimento nos crimes de peculato, tráfico de drogas e venda de inquéritos, praticados quando ainda era titular da DT/Cariranha, em 2016. Ele entrou na Polícia Civil em 2006.
Três outras pessoas acusadas de agir em parceria com o delegado também foram presas preventivamente: Ezequias Silva Costa Júnior, em Salvador; e Jeremias Silva Costa e Everton Pereira Costa, em Cariranha, cidade também localizada na região sudoeste.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários