Ouro pode mudar economia da região de Iramaia; campo aurífero é descoberto

Os investimentos para deixar a mina em operação no município de Iramaia são da ordem de US$ 200 milhões

Informações Jornal da Chapada
(Foto: Reprodução )


O pacato município de Iramaia, na Chapada Diamantina, deve passar por mudanças significativas nos próximos anos com uma suposta ‘corrida do ouro’. É que descobriram lá um campo aurífero com pelo menos quatro quilômetros de extensão e que tem chamado a atenção de muitos empresários. De acordo com o colunista Levi Vasconcelos, do jornal A Tarde, a prospecção do chamado ‘Projeto Jurema Leste’ foi feita pela Companhia Baiana de Pesquisas Minerais (CBPM) e já foi apresentado em março no maior evento de mineração do mundo, que aconteceu em Toronto, no Canadá.
Em publicação nesta terça-feira (25), o colunista ainda publicou uma fala do secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, que estaria bastante animado em relação ao ouro de Iramaia. “As perspectivas são as melhores, devemos atrair investidores internacionais para um grande empreendimento. O impacto será em toda a economia regional”, disse. Ainda conforme a publicação, os prévios estudos apontam que os investimentos para deixar a mina em operação são da ordem de US$ 200 milhões.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários