Polícia investiga suposto caso de adolescente de Andaraí no jogo ‘Baleia Azul’

O caso foi denunciado de forma anônima e circulou na internet durante todo o final de semana

Informações Jornal da Chapada
(Foto: Divulgação)

Na última sexta-feira (21), a Polícia Militar da Bahia (PM-BA) verificou um possível caso de jovem envolvido no jogo ‘Baleia Azul’ na cidade de Andaraí, região da Chapada Diamantina. De acordo com informações publicadas pelo site Bahia Notícias, um adolescente de 14 anos, morador do bairro de Alto do Ibirapitanga, apresentava mutilações provocadas por lâminas nos pulsos – uma em formato de baleia e outra em formato de coroa – e dizia estar na quarta fase do jogo.
O caso foi denunciado de forma anônima e circulou na internet durante todo o final de semana, inclusive em sites da região. O garoto relatou a policiais que participava de um grupo no aplicativo de mensagens ‘WhatsApp’ com pelo menos 30 pessoas que participavam do jogo. A guarnição da polícia militar orientou o menor sair do jogo e apontou para a família procurar a delegacia local.
O ‘Baleia Azul’ é um jogo que se espalha por meio das redes sociais em que a vítima é estimulada a cumprir 50 tarefas, sendo que a última delas é o suicídio. Esta semana, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) determinou a adoção de medidas preventivas para proteger e orientar adolescentes com suspeita de participação na atividade (confira aqui). Jornal da Chapada com informações do Bahia Notícias.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários