Jovem transmite a própria morte ao vivo no Facebook após denunciar abuso

Caso foi nos EUA. Polícia pede que vídeo pare de ser disseminado

Informações Correio24horas
Garota filmou o suicídio (Foto: Reprodução)
Garota filmou o suicídio (Foto: Reprodução)

Uma garota de 12 anos se enforcou no quintal de casa e transmitiu a cena ao vivo pelo Facebook em Cedartown, estado da Geórgia, nos EUA. Ao todo, a gravação de Katelyn Nicole Davis dura quase 20 minutos. Ela inicia afirmando que sido abusada por um familiar e detalha tudo que aconteceu até concluir com o suicídio. 
"Perdão por não ser tão bonita, perdão por entrar e sair tão rapidamente da vida de vocês, perdão por não ser boa o suficiente, perdão por parecer uma prostituta. Eu sinto muito", diz Katelyn na gravação. No final do vídeo, é possível ouvir a voz da mãe de Katelyn gritando. A polícia chegou a ser acionada e a garota foi socorrida para o Polk Medical Center, mas já chegou sem vida. 
Segundo o Daily Mail, as autoridades locais estão preocupadas em impedir que o vídeo acabe incentivando outras crianças e adolescentes a fazer o mesmo que Katelyn. "Entramos em contato com diversos sites que vêm replicando o vídeo. Eles não são obrigados por lei e retirar o conteúdo, mas o bom senso pede", afirma o chefe de polícia do Condado de Pol, Kenny Dodd.
A morte aconteceu em 30 de dezembro e está sob investigação. No dia 27, três dias antes, ela publicou um post em um blog relatando o abuso sexual que teria sido cometido por um parente. Ela diz que foi agredida com um cinto. Em outra postagem, ela também fala que estava deprimida e pensava em se matar.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários