Vereadores de Salvador congelam salários até 2018

Salário dos vereadores poderá passar de R$15.000 para R$18.732,56

Informações Correio24horas
Vereadores de Salvador congelaram os salários até 2018  na última sessão ordinária deste ano, nesta segunda-feira (19). Um reajuste de 24,62% foi aprovado, mas deve entrar em vigor somente em 2018, caso haja melhoria na economia - para descongelar os salários, uma nova votação será feita.
Com a aprovação, o salário do prefeito, que atualmente é de R$18.038,10, poderá passar para R$24.875,00. O do vice-prefeito passará para R$18.732,56 e o dos secretários para R$18.732,56. O dos vereadores poderá passar, a partir de 2018, de R$15.000 para R$18.732,56.
Segundo justificou os vereadores Leo Prates (DEM), presidente da Comissão de Constituição e Justiça, e Claudio Tinoco (DEM), que preside o colegiado de Finanças e Orçamento, o projeto teria que ser aprovado sob pena de prejudicar progressivamente os salários dos servidores, já que algumas carreiras são atreladas aos vencimentos dos secretários municipais e fazendários.
O projeto foi aprovado com os votos contrários de seis vereadores, que argumentaram que o momento não era conveniente para aumentos salariais, já que o funcionalismo público ficou sem reajuste este ano e não tem perspectiva de correção em 2017.
De acordo com assessoria de comunicação da Câmara, os vereadores aprovaram também, na sessão presidida pelo vereador Kiki Bispo (PTB), outras 67 propostas de iniciativa legislativa, incluindo projetos de lei, de resolução, de indicação e requerimentos.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários