Operação Timóteo cumpre mandados em Campo Formoso e Jaguarari

Ação mira uma suposta organização criminosa investigada por corrupção em cobranças judiciais de royalties da exploração mineral

Informações bahia.ba
(Foto: Divulgação)

A Polícia Federal (PF) cumpriu dois mandados de busca e apreensão na Bahia em decorrência da Operação Timóteo, que mira uma suposta organização criminosa investigada por corrupção em cobranças judiciais de royalties da exploração mineral.
As cidades de Campo Formoso e Jaguarari, no norte da Bahia, foram alvos da força-tarefa. Por ordem da Justiça Federal, 300 policiais cumpriram quatro mandados de prisão preventiva (sem prazo determinado), 12 de prisão temporária (de cinco dias prorrogáveis por mais cinco), 29 conduções coercitivas (quando a pessoa é obrigada a ir prestar depoimento) e sequestro de três imóveis e bloqueio judicial de até R$ 70 milhões em contas dos suspeitos, nos estados de Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.
Ao todo, há mandados para 52 diferentes endereços relacionados à organização criminosa, inclusive contra o pastor Silas Malafaia.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários