Médico boliviano é preso com registro falso em Cachoeira

Embora formado em Medicina na Bolívia, Gonçalves Valdez usava o registro de um profissional baiano aposentado, por não ter autorização para exercer a atividade no Brasil

Informações bahia.ba
(Foto: Divulgação Polícia Civil)

O boliviano Gonçalves Cuba Valdez, 38 anos, foi preso em flagrante por exercício ilegal da medicina neste domingo (13) em Cachoeira, no Recôncavo baiano. Gonçalves, que atuava como clínico geral com um falso registro, estava em atendimento na Santa Casa de Misericórdia da cidade quando foi preso pela polícia de Santo Antônio de Jesus.
Embora seja formado em Medicina na Bolívia, ele usava o registro de um profissional baiano aposentado, por não possuir autorização para exercer a atividade no Brasil, obtida por meio de uma prova de revalidação do diploma.
Gonçalves também realizava atendimento nas cidades de Conceição do Almeida e Sapeaçu, também no Recôncavo. O acusado está preso na coordenadoria de Polícia do Interior em Santo Antônio de Jesus, à disposição da Justiça.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários