Uneb afasta professor para apurar denúncia de assédio sexual

Alunas relatam que docente propôs sexo e impunha conversas sobre o tema; ele nega convite sexual, mas admite conversas

Informações bahia.ba
(Foto: Site Gazeta da Bahia)
A Universidade Estadual da Bahia (Uneb) afastou o professor de sociologia do campus de Eunápolis, sul da Bahia, Alex Macedo, para apurar uma denúncia de assédio sexual contra alunas da instituição. Por dois meses, o docente está suspenso de suas atividades em sala de aula, enquanto um processo disciplinar promovido por uma comissão investiga a procedência das denúncias. O resultado da sindicância deve ser divulgado no dia 22 de outubro. O professor nega a acusação.
Após a denúncia, o Diretório Acadêmico da universidade fez uma campanha contra assédio sexual, espalhou cartazes e promoveu debates entre os alunos. Uma aluna, que não quis se identificar, disse ao G1 que o professor propôs fazer sexo com ela utilizando as redes sociais. Outra aluna diz que se sentiu constrangida quando pegou carona com ele e o professor não parou de falar sobre sexo.
O professor admite a conversa sobre sexo com as alunas, mas alega que era assunto da matéria e deu um viés sociológico ao tema. Alex, no entanto, negou ter feito convites sexuais a suas alunas. Caso o trabalho da comissão confirme que o professor fez convite sexual a alguma de suas alunas, ele será desligado da instituição. A direção da Uneb disse que repudia qualquer forma de assédio e que a professora que denunciou o caso também foi afastada enquanto o caso é apurado.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários