Uesb apura fraude em matrículas de estudantes declarados quilombolas

São investigados cinco estudantes de medicina, um de direito e um de odontologia; envolvidos podem ser punidos com a expulsão

bahia.ba com informações G1
(Foto: Blog do Anderson)

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) investiga sete estudantes por suspeita de fraudar documentos para ingressar na instituição por meio de cotas reservadas para quilombolas. A informação foi divulgada pela instituição de ensino nesta quarta-feira (19), após uma reportagem exibida no programa Fantástico, da TV Globo, sobre alunos que fingem ser cotistas para ingressar em universidades públicas.
De acordo com a universidade, a suspeita foi levantada após análise de documentos e de depoimentos. São investigados quatro estudantes do curso de Medicina e um do curso de Direito, do campus de Vitória da Conquista, um do curso de Odontologia e outro do curso de Medicina, do campus de Jequié.
A instituição recomendou o indiciamento dos alunos com a instauração de processo administrativo disciplinar. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado da última terça-feira (18). O processo foi encaminhado para apreciação da Procuradoria Jurídica.
Os estudantes envolvidos na suspeita de fraude podem ser punidos com a expulsão da universidade. Até o julgamento dos casos, eles frequentam as atividades acadêmicas normalmente. Uma comissão será criada para julgar os casos dos alunos, que, conforme a Uesb, terão direito a ampla defesa. Outros três alunos que eram investigados tiveram os processos arquivados após a instituição confirmar que eles são mesmo moradores do quilombo.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários