TCU recomenda ao Congresso rejeição das contas de 2015 de Dilma

Plenário do tribunal apontou 10 irregularidades, entre elas a reedição das chamadas "pedaladas fiscais"

Informações bahia.ba
(Foto: Divulgação)
O plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou nesta quarta-feira (5) a rejeição das contas de 2015 da ex-presidente Dilma Rousseff, ao apontar 10 irregularidades, entre elas a reedição dos atrasos nos repasses de recursos a bancos públicos para pagamento de programas, segundo informações do G1.
A prática ficou conhecida como “pedalada fiscal” e determinou a reprovação das contas de 2014, além de ser utilizada na peça que resultou no impeachment da petista.
No relatório votado nesta quarta, o ministro José Múcio Monteiro apresentou 12 irregularidades nas contas de 2015 de Dilma, mas resolveu transformar duas delas em recomendações, após argumentação dos ministros Bruno Dantas, Benjamin Zymler e Raimundo Carreiro.
O ministro também transformou três das cinco irregularidades apontadas pelo Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União em recomendações.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários