Brumado: Mulher é presa acusada de causar R$50 mil de prejuízo ao Estado

A mulher era funcionária de correspondente bancário no SAC e realizava a fraude desviando pagamentos destinados a Receita Federal

Informações bahia.ba
(Foto: Reprodução/bahia.ba)

Uma mulher foi presa em flagrante, nesta sexta-feira (7), em Brumado, acusada de ter causado ao Estado um prejuízo de R$ 50 mil em fraudes. Cláudia Almeida Ferraz Pinheiro, de 48 anos, trabalhava como empregada de um correspondente bancário, no SAC, e desviava o dinheiro usado no pagamento de DAE (Documento de Arrecadação do e Social), emitindo comprovantes falsos.
Segundo o delegado Leonardo Rabelo, coordenador da 20ª Coordenadoria Regional de Polícia Interior (Coorpin/Brumado), Cláudia vinha fraudando os pagamentos há aproximadamente quatro meses, quando subtraía parte da receita diária.
Uma denúncia encaminhada à 1ª Delegacia Territorial (DT/Alagoinhas) levou a unidade a determinar que uma equipe passasse a investigar a movimentação no correspondente bancário, descobrindo, assim, a ação de mulher, que foi autuada pelo crime de estelionato. Foram apreendidos com Cláudia a quantia de R$ 1,7 mil, dois aparelhos de TVs, dois painéis para TV e uma cama box king size, adquiridos com parte do dinheiro subtraído. O inquérito segue nos próximos dias à Justiça.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários