Bahia terá fábrica de medicamentos para anemia falciforme

Unidade vai ser instalada em Vitória da Conquista; aproximadamente 30 mil baianos convivem com a doença

Informações bahia.ba
(Foto: Divulgação/TV Globo)

A Bahia vai iniciar, em 2017, no município de Vitória da Conquista, as obras de construção da primeira fábrica de medicamentos para o tratamento de tumores e da doença falciforme no estado. A notícia foi divulgada nesta quinta-feira (27), data em que se celebra a luta pelos Direitos das Pessoas com Doença Falciforme, pela Secretária de Saúde.
De acordo com o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas Boas, a produção de tamoxifeno e capecitabina (para tumores) e  hidroxiuréia (para doença falciforme) começa em 2018 e atenderá à demanda do Sistema Único de Saúde (SUS) de todo o país. “Atualmente, temos um problema de desabastecimento nacional e o único laboratório produtor é estrangeiro. Não podemos deixar de atender aos cerca de 30 mil baianos que têm anemia falciforme”, afirma o secretário.
A expectativa é de que a implantação da subsidiária da Bahiafarma no interior baiano possa solucionar definitivamente o fornecimento da hidroxiuréia no Brasil. Segundo o diretor-presidente do laboratório baiano, Ronaldo Dias, também está prevista a exportação desses medicamentos para a América Latina e estima-se que sejam criados 300 postos de trabalho diretos na unidade.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários