Jequié: Cinco da mesma família são presos por fraude de R$ 27 milhões

Perivaldo Machado de Vasconcelos, líder do grupo, comprava e vendia mercadorias usando nomes de "laranjas" por meio de sua empresa

Informações bahia.ba
(Foto: Ascom/Sefaz)


A operação Borda da Mata, realizada por uma força-tarefa envolvendo a Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz), o Ministério Público Estadual (MPE) e a Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (4), resultou na prisão de cinco pessoas da mesma família. Perivaldo Machado de Vasconcelos, Ilvana Souza de Vasconcelos, Péricles Sousa de Vasconcelos, Iam Sousa Vasconcelos e Neidjane Freitas Novas são acusados de manterem um esquema fraudulento de sonegação fiscal no sul da Bahia.
Conforme a auditora fiscal da Sefaz, Sheila Meirelles, disse ao bahia.ba, Perivaldo foi identificado como líder do grupo e, por meio de sua empresa, a Comercial Rio Bahia, comprava e vendia mercadorias usando empresas em nome de “laranjas” para sonegar os impostos. Conforme o Ministério Público, o grupo é formado por 12 empresas em nome de “laranjas”, que atuam principalmente no ramo de distribuição alimentícia. O esquema funcionava entre 1990 e 2014. A estimativa de prejuízo aos cofres públicos é de R$ 27 milhões. Contra os acusados ainda pesa o agravante de terem sido encontradas várias armas de fogo sem permissão durante a operação desta quinta-feira.
A  investigação ainda apurou constituição ou compra de empresas em nome de familiares e de empregados sem condições econômicas para tanto; simulações sucessivas de alterações nos contratos sociais das empresas, para modificar os quadros societários e confundir a fiscalização; realização de compras e transporte de mercadorias diversas, cujos veículos fogem da fiscalização por meio de desvios localizados próximos aos postos fiscais; indícios de blindagem patrimonial, por meio de doação de bens a familiares; e emissão de documentos fiscais em nome de empresas fictícias.
Além das prisões, os órgãos cumpremainda 11 mandados de condução coercitiva e nove de busca e apreensão. A ação acontece em Salvador, Jequié, Vitória da Conquista, Itiruçu, Gongoji, Ibicuí e Itamari.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário