Quadrilha que contrabandeava cigarros é presa em Lauro de Freitas

Operação Kapnós cumpre 14 mandatos em sete estados do nordeste; na Bahia, foram fechados escritórios e galpões

Informações bahia.ba
(Foto: Divugação/PFR11)

Integrantes de uma das quadrilhas que comprava e comercializava cigarros falsificados em sete estados do nordeste, foram presos na cidade de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, na manhã desta quinta-feira (7), durante a operação Kapnós, do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL), da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Ministério da Justiça e Cidadania (MJ) e a Secretaria de Segurança Pública (SSP/AL).
Até o momento, na Bahia, foram apreendidas, 1300 caixas de cigarros, sendo 800 no galpão e as demais nas residências.  Cerca de R$ 47 mil em cheques e R$ 48 mil em dinheiro também foram encontrados.  Quatro mandados de busca e apreensão foram expedidos para o estado, sendo três em Lauro de Freitas e um em Vila de Abrantes, em Camaçari.
Operação- Nos sete estados do nordeste, foram cumpridos 14 mandados de prisão e 29 de busca e apreensão, todos expedidos pela 17ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça de Alagoas. Para o cumprimento das medidas cautelares, agentes da PRF, policiais civis e militares foram acionados. A operação está recolhendo centenas de caixas de cigarros falsificados, além de veículos de luxo, lanchas e jet-skis. Todos esses bens teriam sido comprados e colocados nonome de laranjas com o intuito de lavar o dinheiro adquirido com o comércio ilegal decigarros.
Os presos da operação de hoje de todos os estados estão sendo levados para a Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), localizada no bairro da Santa Amélia, em Maceió/AL. Já o material apreendido será encaminhado para a Academia de Polícia Militar de Alagoas, no Trapiche da Barra, também em Maceió.
Compartilhar Google Plus

Caixa de comentários

0 Comentários:

Postar um comentário